Os meus 10 mais da música brasileira

Depois de muito sofrimento para ver quem ficava e quem saía da minha lista dos Os 10 mais da música brasileira cheguei a uma lista. A votação para escolher os 10 mais foi organizada pelo Idelber Avelar do O biscoito fino e a massa começou ontem, mas como eu chego sempre um pouco depois e a data limite era hoje, cá estou estou postando aqui antes ir postar.
Quando comecei a fazer a lista lembrei de dezenas de grupos de rock que gosto da década de 80 aí as coisas complicaram. Tirar Blitz? Titãs? Ultraje à Rigor? Kid Abelha? Magazine? Ira? Barão Vermelho? E outros tantos? Sim tirei, com muita dó, mas tirei.
Fiz algumas restrições para facilitar criar a lista: tinha que ter de preferência um CD e daqueles que eu ouço em loop; eu tinha que saber as letras (quando eu gosto muito eu sei); e além de divertido as músicas precisavam ser boas. Assim as novas cantoras como Ana Carolina, Adriana Calcanhoto, Cássia Eller, Maria Rita e outras não entraram. Demônios da Garoa ficou fora porque eu não sabia que disco colocar e não ouço sem parar. Ney Matogrosso, Lulu Santos e Tim Maia saíram a muito custo, mas podem ficar nos 11º, 12º e 13º lugares.
Pois bem aqui vai a minha lista e quem ainda quiser votar basta colocar a sua lista nesse post no blog do Idelber.
10. Chico Buarque Chico Buarque. Na legenda mesmo, porque o Idelber disse que podia votar assim. Não sabia que CD escolher do Chico, cada um tinha uma música que eu achava essencial: como ficar sem “Mulheres de Atenas”, “Cotidiano”, “Construção”, “Eu te amo”, “João e Maria”, “Tanto Amar”, “Flor da Idade”, “Gente Humilde”, “Cálice” e “Tanto Mar”? Resolvi não ficar sem e não escolhi apenas um disco. Chico é o letrista mais brilhante da música popular brasileira, eleito por mim com louvor. Ele brinca com as palavras, dança com os verbos, faz graça com adjetivos e cria letras belíssimas. A música entra “brincadeira” conduzindo e sua voz acompanha. Não há como não se apaixonar pelas músicas dele. Simplesmente genial.
9. Elis & Tom Elis & Tom Elis Regina e Tom Jobim . Resolvi unir o útil ao agradável, escolher dois no mesmo CD. A belíssima voz de Elis e as maravilhosas composições de Tom. Conheço mais as músicas de Tom, mas queria colocar a Elis na lista porque cresci ouvindo Elis (e ainda gosto). E claro, a lista de músicas também ajudou muito para a escolha: “Águas de Março”, “Retrato em Branco e Preto” e “Por Toda a Minha Vida” num mesmo disco já ganhariam meu voto. Belo e imprescindível.
8. Dois - Legião Urbana DoisLegião Urbana. Como é o grupo brasileiro que eu mais gosto tinha que entrar na lista. Fiquei em dúvida entre vários CDs do Legião, peguei todos eles e fiquei olhando as músicas, mas um CD com “Quase sem querer”, “Tempo Perdido” e “Índios” merecia ser o escolhido. Só comecei a gostar de Legião no escola, por volta de 6ª série, quando o grupo já era bem conhecido. Esse é um dos poucos grupos que eu me apaixonei pelas letras e depois a música.
7. Tropicália ou Panis et circenses Tropicália ou Panis et circensesVários. Além de um dos marcos de nossa música é um CD muito gostoso de ouvir. Eu adoro as letras e as músicas, além de ter presente muitos músicos que eu adoro. Como conheço pouca coisa do Gilberto Gil, do Caetano Veloso e do Tom Zé, aqui vai a incursão deles na lista. Mais um daqueles discos que ouvi muitas vezes loop. Essencial para quem quer conhecer música brasileira, história e movimentos culturais aqui no Brasil.
6. Krig-Ha, Bandolo! Krig-Ha, Bandolo!Raul Seixas. Ao escolher um disco do Raul descobri que as músicas que eu gosto e conheço estão todas espalhadas. Como Raul é outro daqueles caras geniais que fez uma fusão de vários gêneros populares com rock achei que se não colocasse ele na lista ela não teria sentido. Resolvi escolher o primeiro disco solo dele (não tenho certeza) em que há “Mosca na Sopa” e “Metamorfose Ambulante”.
5. Arquivo - Paralamas do Sucesso ArquivoParalamas do Sucesso. Mais uma descoberta: o que eu mais gosto dos Paralamas é de antes de 1990. Acabei escolhendo uma coletânea que o grupo lançou e que eu tenho. Como não é uma coletânea com hits acho que vale. Se não puder constar da lista meu voto vai para O passo do Lui.
4. O Poeta e o Violão - Toquinho e Vinícius O Poeta e o ViolãoToquinho e Vinícius. Escolhi o CD que achei mais melódico entre os vários da dupla. Tenho dois discos do Vinícius em que muitas das músicas desde disco estão presentes, mas depois dessa busca esse terá que fazer parte da minha lista. Vinícius e Toquinho foram meus companheiros de muitas tardes, por causa de suas melodias e letras.
3. Os Mutantes Os MutantesOs Mutantes. Por que escolhi? Porque “Bat Macumba” é quase um mantra e tem a Rita Lee. E mais uma vez Caetano e Gil presentes na lista, se não pelos discos, pela participação das letras, começando por “Panis et Circenses”. Este é um daqueles discos em que eu me diverto com as letras e a música.
2. Acústico Rita Lee Acústico Rita LeeRita Lee. A nossa rainha do rock também gravou um acústico onde estão muitos dos hits e quase todas as músicas presentes nele são de autoria dela. A gravação é boa e a diversão garantida. Conheci as músicas dela na infância e até hoje gosto de suas composições.
1. Cazuza CazuzaCazuza. Primeiro disco solo depois do Barão Vermelho tem uma das músicas que eu mais gosto dele “Exagerado”. Cazuza escreveu grandes letras e compôs belas músicas – virou lenda na história da nossa música e está sempre presente na minha discografia básica.

Related Posts with Thumbnails
This entry was posted in music and tagged , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Os meus 10 mais da música brasileira

  1. Idelber says:

    Arrasou, Bibi, voto já contabilizado. Eu amo de paixão esse disco do Paralamas que você lançou. Não é coletânea não está valendo. E você tem toda a razão quanto ao disco do Raul, é o primeiro solo sim (antes ele havia feito discos como Raulzito e seus Panteras, hehehe). Seu voto na legenda Chico está contabilizado e contará para o disco do Chico mais bem colocado no final da brincadeira. Abraços,

  2. Gesiel says:

    Boa seleção… pena que só cabem 10 na lista… ficou muita gente boa de fora…

  3. Bibi says:

    É verdade Gesiel, dez é muito pouco, dá até dó de colocar só isso.
    Oi Idelber,
    Eu tinha que colocar paralamas, já ouvi muito, precisava falar e esses dois discos eu achei muito bons.
    Meu pai adorava Raul e acho que ele até tinha um disco do Raul antes da carreira solo.
    Abraços e obrigada pelas visitas aos dois.

Comments are closed.