Mahir Cagri

WELCOME TO MY BLOG!!!!!!!

I KISS YOU!!!!!!

She can stay my home ........
Boa parte das pessoas que acessa Internet hoje em dia não presenciou ou não se lembra da grande sensaçãoo de 1999. Naquele belo ano eu era um jovenzinha que tinha acabado de descobrir um maravilhoso mundo cheio de sites sobre arte, cinema e mais bobeiras sem fim. Eu sonhava em fazer a minha página, porque “todo mundo que era alguém tinha uma página” e eu nem se quer sabia que blogs existiam. A minha página, que na verdade era um site muito “meia boca” só para armazenar trabalhos de faculdade eu fiz alguns anos depois e fechei depois da faculdade por falta de atualização e preguiça mor.
My profession jurnalist , music and sport teacher , I make psycolojy doctora Pois bem, naquele ano eu conheci diversos amigos muito geeks (aliás, descobri o que era geek) e vi um dos grandes memes da história da Internet. O grande meme virou lenda, mito, faz parte da história dos sites pessoais e da minha coleção de piadas. Muita gente, como o João por exemplo, não sabe quem ele é, mas o Yahoo! (número 3) sabe.
Mahir Cagri – o homem, a lenda, o mito – ficou popular não por sua beleza, inteligência ou audácia (bom, de certa forma sim), mas pela sinceridade das palavras que usou em sua página pessoal com um inglês quebrado (pior que o meu). Ele foi a primeira grande celebridade da Internet, e teve mais do que meros 15 bytes de fama. Sua página foi copiada, “transcriada”, teve diversas releituras e paródias. Ele foi citado no New York Times, na Salon, na Time e até naquela revista com visão muito peculiar, a Veja. Isso excluindo as centenas de páginas e notícias que circularam na época e agora não mais existem.
A brincadeira começou quando alguém viu a página dele e resolveu mandar para uma lista de amigos. A primeira vez que vi a página do Mahir pelo meu namorado, porque alguém de uma lista de discussão da qual ele participa tinha postado – o detalhe é que a lista conta com dezenas de pessoas de países diferentes. Ele não mostrou só para mim, e como uma bola de neve, cada um que via passava para outros amigos.
Eis que um engraçadinho, e há sempre um, fez um flash sobre a página dele e algum outro fez um MP3. Pronto: meio mundo conectado sabia sobre ele e sua página. Não bastasse quase ser slashdotado pelo absurdo número de visitas, no fim ele foi slashdotado. Para quem não sabe o que é o efeito Slashdot, acho que posso definí-lo como: mistura de alegria e pânico – fama quase mundial e o consumo de banda do seu site no osso.
I like music , I have many many music enstrumans my home I can play Infelizmente a pessoas não preservam a memória de alguns mitos e mesmo caçando durante uma hora no meu sistema de busca favorito só me deparei com links quebrados, páginas que não mais existem e nada do flash ou do MP3.
Mahir criou outra página para explicar a história da sua famosa primeira página e depois do sucesso do I Kiss you nada mais lógico do que sua página principal ser hospedada nesse domínio. Lá há um novo vídeo dele, mas com sua participação e não tão bom quanto o primeiro flash que circulou.
E ainda há mais: o Yahoo! tem um grupo de discussão sobre ele, há um Web Ring e, claro, a comunidade I Kiss You e a Mahir, we kiss you!!!!! no Orkut. Acho que as gerações futuras ainda vão ouvir falar dele, afinal as celebridades sempre sobrevivem nos mecanismos de busca e até o Yahoo! prestou sua homenagem a ele. Mahir, a lenda viva, I Kiss You!

Related Posts with Thumbnails
This entry was posted in Internet and tagged , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Mahir Cagri

  1. Gesiel says:

    Legal vc contar esta história… eu sempre ví esta frase e não sabia sua origem.
    Legal tb vc tentar preservar a história viva, pq nossa memória tem durado apenas 3 segundos. 🙂

  2. Bibi says:

    Tá ruim assim a memória das pessoas? A minha é boa principalmente para bobagens que eu gosto e coisas ruins.

  3. João M. says:

    Sou mais um de memória ruim.

Comments are closed.