Hildegard Rosenthal

autoretrato de Hildegard Rosenthal
Estou indignada: Hildegard Rosenthal, uma das poucas fotógrafas que se tem notíia da década de 40 e uma pioneira que registrou as mudanças na grande metrópole não tem uma página, ou site só dela. Essa fotógrafa alemã, como muito outros, veio para o Brasil pouco antes do fim da década de 30 fugindo da guerra na Europa. Suas cenas são de uma beleza indescritível para quem ama a cidade com seu movimento, com as pessoas,para quem ama o centro de São Paulo. Sim, São Paulo minha querida terra da garoa que eu adoro apesar do inferno que é.
Pois bem, voltando à minha reclamação, falta muito informação e o mais importante no perfil de um fotógrafo: as fotos. Para não dizer que não achei nada, achei algumas coisas no SAMPACENTRO – uma pequena biografia de Hildegard e algumas fotos – e muitas fotos não só de São Paulo e de não muito boa qualidade no MAC.
Lembro que até achei um site com fotos dela com uma resolução melhor há mais de um ano atrás para um trabalho, mas dispendi um bocado de tempo hoje e não consegui achar.
Para ver mais algumas fotos dela, clique aqui, aqui e aqui. Ver as fotos dela é reviver a memória da minha cidade, é encontrar a beleza no fluxo quase caótico das pessoas.
O centro de São Paulo sempre foi cheio, mas mesmo cheio era belo e vendo algumas desssas fotos me dá uma tristeza, pois vejo como foi lindo aqui e como quase acabaram com tudo. Não, não acabaram, ainda consigo encontrar alguns belos prédios por lá, mesmo durante a semana quando todos correm e eu caminho olhando para o alto. Mais tristeza dá ao ver as fotos de 1920. Quem sabe um dia caço e posto aqui alguma coisa.
A saudosista, que nunca viveu a época, para por aqui. Hoje tenho muitas compras de Natal para fazer.
Viaduto do Chá, década de 40

Related Posts with Thumbnails
This entry was posted in photography, São Paulo, vintage and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.