Etienne Jules Marey e a minha mania de perseguição

Etienne Jules Marey
Estou começando a achar que a Boing Boing está colocando no ar tudo que eu já adicionei ao meu del.icio.us ou já bloguei aqui. É uma atrás da outra, sem trocadalhos. A última refere-se ao maravilhoso trabalho de Etienne Jules Marey porque de cinema mudo eu entendo e esse estava na minha lista há alguns meses, cinco para ser mais precisa.
Deixando a mania de perseguiçãoo de lado queria deizer que este é um mundo muito pequeno mesmo. Sempre que eu coloco um link que vi em algum site recentemente eu coloco o link. Se faz tempo eu não lembro mesmo. Neste blog famoso eu costumo ver várias coisas legais, mas nem sempre tenho vontade de colocar aqui: vai que boa parte das pessoas já viu lá ou em outro lugar. Engraçado mesmo é quando você a notícia ou o site em 300 mil lugares, pensa que todo mundo já viu e leu, por isso não é necessário falar, daí vem a Boing Boing ou algum outro site e você descobre que seu amigo e mais uma centena de pessoas não sabia. Sim, dá uma certa raiva e eu penso: se eu tivesse sugerido meu nome estaria lá naquele blog agora eu teria fama, sucesso e poder. Ou apenas um pouco mais de visibilidade.
Agora parando de falar daquele blog que realmente tem coisas legais, mas ultimamente está me perseguindo (malditos memes, não se pode deixar passar um) o link do Marey realmente vale à pena, não apenas para quem gosta de cinema ou fotografia, mas para quem gosta de história. Eu acho realmente lindas as cronofotografias deles.
Saber sobre os primórdios do cinema não é luxo, é conhecer a história da arte também (vide o Nu descendo a escada do Duchamp e as obras do futuristas). E não vou colocar crédito algum porque estava no meu bookmarks há tempos.
Ps.: voltando para memes você sabe da história da adolescente louca e burra que matou a mãe e blogou sobre, não sabe?

Related Posts with Thumbnails
This entry was posted in blogging, History, photography and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.